Actions

Work Header

n a n o o k

Work Text:


 

 

Mãos percorriam os corpos enquanto as línguas e bocas se beijavam deleitando-se uma da outra. O contato dos corpos aumentava o calor, deixando o ambiente abafado mesmo sendo uma noite fria dentro do HMS Surprise . Jack e Stephen nem ligavam para o sacolejar que as ondas traziam ao barco ao bater contra a madeira, nada os impedia de se amarem. Ao menos talvez os devaneios da mente do nobre doutor, que vagavam por aí imaginando de tudo um pouco. No momento, focavam-se no atual problema com a falta de provisões e os burburinhos da população sobre possível motivo daquilo.

— Você está aqui querido, mas sua mente não — ditou Jack acariciando seu rosto.

— Temo que há um novo “Jonas” no navio.

— Você também ouviu a tripulação? — Perguntou preocupado.

— Todos estão a falar sobre essa história ouvida de alguém que passou pela colônia britânica no Canadá. Uma maldição para quem caça além do que deve.

— Eu ouvir dizer algo sobre desonrar a presa — ditou rindo um pouco enquanto se acomodava. Era engraçado notar o bom doutor preocupado com algo que tempos atrás dizia não acreditar.

— Não creio que seja algo para rir my Joy¹, da última vez que os homens acreditaram em uma sandice como essas perdemos um membro da tripulação. Eu não quero que isso aconteça novamente.

— E esse temor todo seria porque há algo que você saiba além de mim é?

Stephen abraçou o outro e foi notável a diferença vibrante entre a pele alva do peito forte de Jack com os cabelos curtos e vermelhos do outro. Algo inquietava-o e isso feria o inglês fortemente. Abraçando-o com força, deslizou as mãos em um afago sobre as costas salpicadas de sardas do irlandês transmitindo carinho e amor. Aquilo pareceu o tranquilizar.

— Mais calmo?

— Um pouco.

— Agora irá contar-me o que mais anda escutando?

— Eles dizem que você é o Jonas. Com sua ganância em sempre querer mais, em nunca largar um desafio, por correr atrás de algo mesmo sabendo que é loucura.

— Eu estou desnorteado. E você acredita nisso?

— Não muito, pois essa superstição se refere a quem caça ursos, por isso não se aplicaria a você. Mas isso não diminui o desejo dos homens por saber quem seria o amaldiçoado por nanook².

— Então esse é o nome do responsável pelo burburinho. Muito interessante. Mas você está certo querido, eu não cacei ursos nem estou em terra desonrando sua carne, pois a única coisa que estou a caçar agora é os seus beijos e tirar de sua mente toda e qualquer preocupação.